Sobre o site

O site vem de uma necessidade de expressão. Por longo tempo tive pra mim a noção de que quero fazer da expressão a minha razão de ser. Por expressão eu tomo: tirar coisas da cabeça e colocar elas no mundo, ou, como um velho amigo resumiu perfeitamente: materializar ideias.

Este site é um dos veículos pelos quais busco difundir esse ideal. Se você está vendo este site em sua versão 1.x, provavelmente o que vê não é muito agradável: e certamente isto é reconhecido.

Mas antes ter algo imperfeito do que não ter nada, creio eu. Se fosse me preocupar com o estado da coisa antes de lançar, não lançaria nunca: tal é o meu perfeccionismo.

Aqui serão, se já não é, encontrados os meus projetos; serão encontrados blogs sobre algo entre 2 e 6 assuntos, os quais buscarei dividir de forma eficiente e organizada. Falarei sobre coisas tais como web development, aprendizado, religião, desenvolvimento pessoal, programação e quem sabe psicologia. Não usarei jargão, ou, se o fizer, farei apenas nos posts que só poderão ser lidos por aqueles que dele entendem (tal como um potencial tutorial de desenvolvimento em Django), ou então teremos o jargão analisado e exposto para que por todos seja compreendido.

Sobre o autor

Olá. Meu nome é Paulo. O nome é comprido.

Sou estudante de Psicologia na UERJ, e trabalho como professor de Inglês.

É muito comum encontrar pessoas que não sabem do que gostam na vida. É muito comum também encontrar também pessoas que gostam de tudo. Eu me encontro nessa segunda categoria.

Uma das coisas que mais me dói é perguntar pra alguém o que a pessoa gosta de fazer em seu tempo livre e ter como resposta: "comer", "dormir". O ideal é ouvir, no mínimo, "jogar videogame", "ver filmes", pois nesse patamar estamos algo acima dos instintos selvagens. Pelo menos.

Criar é uma coisa que me impressiona e motiva. Criar é: materializar representações verossímeis de ideias. E, em alguns casos, pessoas, mas pretendo me demorar para tomar parte nesses.

Como hobby tenho o desenho. Programação pra mim se encontra em um campo turvo em que "hobby" e "trabalho" não se diferem. Imagina isso?

Bom, como disse Lao Tsé, "o Mistério dos Mistérios é o Portal para todas as Maravilhas". Ou, como eu prefiro resumir: "vamo vê o que acontece".